Tipos de Açúcar



  • Açúcar (sacarose): Mais comum para adoçar bebidas e preparações. Suas principais fontes: frutas, cana-de-açúcar, raízes e sementes. Ele pode se apresentar de diversas formas:

  • Açúcar demerara: Retirado diretamente do melado de cana, tem cor escura e é um produto instável devido ao acúmulo de mel residual em sua composição.

  • Açúcar cristal: Variedade formada por cristais. Proveniente do demerara após processo químico.

  • Açúcar refinado: Sendo o mais comum dos açúcares, é obtido do açúcar cristal, por métodos físicos e químicos.

  • Açúcar de confeiteiro: Açúcar muito fino, que absorve umidade e empedra. Para que isso não ocorra, mistura-se com amido, o que impede a aglomeração das partículas de sacarose.

  • Açúcar em tabletes: Obtém-se colocando sacarose cristalizada em formas e adicionando uma solução saturada (quente) de açúcar. É retirado das formas após resfriar.

  • Açúcar mascavo e rapadura: Obtido da cana-de-açúcar, é composto principalmente de sacarose, possuindo também glicose e frutose. Tem a presença de minerais como o cálcio, o ferro e o fósforo.

  • Melado: Fabricado da fervura do caldo de cana, tem vitaminas do complexo B.

  • Açúcar líquido: Destina-se basicamente à indústria.

  • Frutose: É encontrada em grande parte nas frutas, no mel e em alguns vegetais. Em termos calóricos, se equivale à sacarose, porém com maior poder edulcorante.

  • Mel: Produto natural produzido pelas abelhas a partir do néctar das flores e exsudados sacarinos das plantas. É bastante utilizado em bolos, pães e biscoitos, mas sua forma mais comum é in natura.

  • Xarope de glicose: Descoberto pelo químico Kirchhoff, apresenta-se na forma de dextrina, maltose e glicose dispersas em água. É usado para a alimentação infantil, sorvetes, refrigerantes, confeitos, gomas de mascar, cervejas, entre outros.

Destaques
Arquivos

Blog