Você sabia? Sódio esta presente em todos os alimentos, mas o seu excesso pode causar grandes riscos


O sódio (Na) é um mineral que se liga ao cloro (Cl) para formar cloreto de sódio (NaCl), estes sim é nosso sal de cozinha.


No corpo humano ele pode levar ao aumento da pressão sanguínea e doenças renais, cardíacas e cerebrais, como o infarto e o AVC (derrame). E segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte em todo o mundo. Além do que, faz com que ocorra a retenção líquida e o inchaço, dando a sensação de ganho de peso e atrapalhando na dieta. Ele está presente naturalmente na maioria dos alimentos.


Conheça os tipos mais consumidos de sal:


Sal de cozinha iodado (refinado): É o sal encontrado na grande maioria dos saleiros do mundo. A razão de ser chamado de iodado é que a grande maioria dos fabricantes adicionam iodo em sua composição, que é um mineral essencial para combater certas doenças. Contém altas quantidades de sódio e não apresenta outros minerais que podem ser úteis ao nosso organismo.


Sal marinho: Esse sal é obtido por meio da evaporação da água do mar. Geralmente ele possui cristais maiores do que os do sal de cozinha, Ele é considerado uma alternativa mais saudável que o sal de cozinha por não passar por nenhum processo de refinação, mantendo diversos minerais em sua composição que são benéficos para nosso organismo. No Brasil, é o tipo de sal mais comum e barato.


Sal Rosa do Himalaia: esse sal vem da Ásia e é encontrado nos pés das montanhas do Himalaia. Seu tom rosado se deve aos minerais presentes nele, principalmente o ferro. Possui um custo mais elevado, mas é considerado mais saudável e puro do que o sal de cozinha comum.


Sal grosso: Possui cristais maiores e a mesma composição do sal de cozinha porém não passa pelo processo de refinamento. Muito utilizado no preparo de carnes.


Existem algumas formas para reduzir o seu consumo:

  • Não utilize saleiro na mesa durante a refeição;

  • Prepare os alimentos com uma quantidade mínima de sal;

  • Utilize temperos naturais, como alho, cebola, ervas aromáticas, etc.

  • Evite alimentos industrializados, dê preferência por consumir alimentos naturais.

  • Leia sempre os rótulos dos produtos e verifique a quantidade de sódio dos alimentos industrializados.

O consumo diário de sódio recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 2000 mg, o que equivale a 5 g de sal por dia (1 colher de chá), enquanto no Brasil o consumo de sal é de aproximadamente 12 gramas per capita ao dia.

Destaques
Arquivos

Blog