O perigo do açúcar branco

3/12/2016

 

O açúcar aumenta o nível calórico, desequilibrando o peso do corpo. Quem come muitos produtos de confeitaria ou sorvetes, num exemplo, naturalmente, deixa de comer alimentos saudáveis, prejudicando a nutrição do organismo. A consequência é um sistema imunológico debilitado.

 

O açúcar em excesso desencadeia ou agrava qualquer inflamação que esteja ocorrendo no organismo. Também inibe os hormônios de crescimento, levando o corpo a envelhecer de maneira mais acelerada.

 

Dentre os quadros clínicos desencadeados pelos excessos, estão as doenças cardiovasculares, a hipertensão arterial e a obesidade. Esse último facilita o surgimento do diabetes tipo 2, patologia crônica subestimada pelos “formigas”. A doença torna o organismo resistente à insulina, que é um hormônio produzido pelo pâncreas para controlar a entrada de açúcar nas células. Se a insulina produzida é insuficiente ou ineficaz, os açúcares acabam retidos na corrente sanguínea, acarretando uma série de complicações e até a morte — caso a enfermidade não seja devidamente tratada.

 

O açúcar é rapidamente absorvido e logo chega ao cérebro, convertendo-se em serotonina e dopamina, os neurotransmissores do bem estar e, assim, ele “vicia”. Por isso, quanto mais se consome açúcar, mais surge a necessidade de consumí-lo e em quantidades cada vez maiores. A compulsão está ligada a uma alteração nos neurotransmissores cerebrais, especialmente a serotonina, gerando uma alteração no controle do apetite, o que causa aquela vontade descontrolada de comer doce. O organismo necessita sim de carboidratos para obter energia, mas não de açúcar processado.

 

O que o açúcar pode causar á saúde:

 

  • Pode desativar o seu sistema imunológico e prejudicar suas defesas contra doenças infecciosas;

  • Desorganiza as relações entre os sais minerais no organismo: provoca deficiência de cromo e cobre; interfere na absorção de cálcio e magnésio;

  • Pode provocar um aumento rápido de adrenalina, de hiperatividade, de ansiedade, de dificuldade de concentração e de irritabilidade em crianças;

  • Pode provocar um aumento significativo no nível total de colesterol, triglicerídeos e mau colesterol, e reduzir o do bom colesterol;

  • Provoca a perda de elasticidade e funcionalidade dos tecidos;

  • Alimenta as células cancerosas e está relacionado ao desenvolvimento de câncer de mama, ovário, próstata, reto, pâncreas, trato biliar, pulmão, vesícula e estômago;

  • Pode aumentar o nível sanguíneo de glicose em jejum e provocar, como reação, hipoglicemia;

  • Contribui para a obesidade;

  • Pode elevar a resposta de glicose e insulina em usuárias de contraceptivos orais;

  • Pode contribuir para a osteoporose;

  • Pode reduzir o nível de vitamina E;

  • Pode aumentar a pressão sanguínea sistólica;

  • Pode provocar sonolência e redução da atividade em crianças;

  • Pode fazer a pele envelhecer ao mudar a estrutura do colágeno;

  • Pode danificar o pâncreas;

  • Pode provocar dores de cabeça e enxaquecas;

  • Pode provocar desequilíbrio hormonal, como aumentar o nível de estrogênio em homens, exacerbar a TPM e reduzir o nível de hormônio do crescimento;

  • Pode provocar tonturas;

  • É uma substância que vicia;

  • Sua absorção rápida promove a ingestão excessiva de comida em obesos;

  • Pode piorar os sintomas de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH);

  • Afeta negativamente a composição de eletrólitos da urina;

  • Pode reduzir a capacidade de funcionamento das glândulas adrenais;

  • Sua ingestão elevada pode provocar convulsões epilépticas;

  • Provoca pressão alta em pessoas obesas;

  • Desidrata recém nascidos.

 

Tipos de açúcar saudáveis:

 

  • Os tipos mais saudáveis

  • Açúcar de coco;

  • Agave azul;

  • Xarope de bordo;

  • Demerara;

  • Mascavo;

  • Orgânico;

  • Mel;

  • Melado de cana;

Please reload

Destaques

Mousse de Chocolate

17/09/2020

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Blog